^54BD733AF773E30FC357DC55C85FBA327C6462D7618642070D^pimgpsh_fullsize_distr
Como vender em 2016
19 de janeiro de 2016
outside
Como Iniciar no Empreendedorismo? Lançamento Livro OutSide
25 de julho de 2016

Posicionamento de Preço

dollar_sign_question_mark

Vamos falar sobre como escolher e posicionar o preço do seu produto.

Primeiro de tudo: preço não é sobre pagar contas ou valorizar seu trabalho. Preço é posicionamento de marca e mercado!

O pior erro que podemos cometer ao escolher o preço de um produto ou serviço é optar pelo desconto para “atrair” e “facilitar”, quando na verdade podemos estar queimando uma margem de lucro preciosa e também a marca da sua empresa.

Antes de tudo, faça uma análise cuidadosa do mercado de forma estratégica.

Quando uma pessoa olha um preço ela automaticamente associa ao quanto ela geralmente paga, já pagou, tem condição de pagar e principalmente qual a média daquele produto no mercado. Empresas do segmento de imóveis, varejo e turismo estão entendendo que o consumidor moderno compra o valor da parcela, desde que siga um padrão mínimo de mercado.

Exemplo de estratégia de preço baixo é o lançamento de marcas genéricas de alimentos. Isso é uma tentativa de explorar a brecha de preço baixo no supermercado. Eles sabem que ali a pessoa 99% das vezes compra o preço, e não o produto. Não adianta querer exagerar em produtos rotineiros! E é aí que começamos a entender porque muitas empresas visam o status de “qualidade, para poderem exagerar seus preços.

Já as cervejas “premium” sabem que quanto maior o preço, mais a pessoa se sente “poderosa” e “requintada” adquirido aquele produto.

Quando você combina as três estratégias de preço (alto, padrão e baixo), encontra ai uma forte abordagem de marketing. Tenha esses 3 tipos de produtos para escalar seu fluxo de caixa, mas, nunca confunda seu público. Cada produto é um estratégia de divulgação, ou, uma escadinha de compra.

Mas tenha atenção: cobrar preço alto não quer dizer ficar rico, mas sim estabelecer o posicionamento de preço alto com uma “história de marketing” que agrega um alto valor a pessoa que está comprando. Apple, BMW e Lacoste que o digam!

Ser o primeiro de preço alto ou barato é tudo!

Já se perguntou porque um Kinder-ovo é absurdo de caro e um absurdo de pouca quantidade em uma caixinha? Ou um Ferrero Rocher?

O segredo está que empresas como essas foram umas das primeiras a estabelecer o padrão de alto valor em seus mercados!

A partir do momento que você vira o segundo ou terceiro, sem reinventar nada, já era! Tem que seguir o padrão. E lembre-se: fazer queima de preço pra sair do vermelho é nunca mais conseguir voltar, ou, esperar muito para isso. Existem muitas outras alternativas antes de chegar nesse ponto.

Portanto, pense sempre a nível de posicionamento de marca antes de tomar qualquer decisão de seu negócio. Seja estratégico.

Se tem alguma dúvida ou quer uma ajuda para analisar seu produto, entre em contato.

Até a próxima!

Danilo Bezerra
Danilo Bezerra
Desde 2008 gera vendas e novos negócios para empresas através do marketing digital. Presidente da WFun, Fundador da Metodologia OverTakes e Viva com Excelência.